Crédito para Empreendedor no Bolsa Família

Através de uma medida provisória publicada na última semana de outubro e que tem força de lei, o governo informou que regulamentou a concessão de crédito para empreendedor no Bolsa Família. A medida tem a finalidade de fortalecer os pequenos negócios das pessoas que são beneficiários do programa Bolsa Família.

O que é o crédito para o empreendedor pelo Bolsa Família?

Este programa está dentro do chamado Plano Progredir, que nada mais é do que um pacote de ações federais e seu objetivo é criar uma porta de saída aos beneficiários do programa Bolsa Família.

Para solicitar o crédito é precisar estar com o CPF regular. Veja a situação do seu CPF aqui!

Quem terá direito a esse crédito?

Terá direito a este benefício as pessoas naturais e jurídicas que sejam empreendedoras das atividades produtivas rurais ou urbanas e organizadas individualmente ou coletiva cuja renda e a receita bruta anual seja de até R$ 200 mil.

Limite de empréstimo por pessoa

O valor máximo de empréstimo será de R$ 15 mil por pessoa, mas no Brasil o tíquete de microcrédito está na faixa de R$ 1,5 mil por financiamento.

Instituições autorizadas a liberar este crédito

As instituições autorizadas são o BNDES, bancos de desenvolvimento, Caixa Econômica Federal, bancos comerciais e múltiplos com carteira comercial, cooperativas, agências de fomento, sociedades de crédito para microempreendedor e empresa de pequeno porte e ainda organizações da sociedade civil de interesse público.

Veja como consultar grátis seu CPF aqui!

Como faço para participar do programa?

Para poder participar do programa, o cidadão interessado deve estar inscrito no Cadúnico, que é o cadastro único de programas sociais do governo, devendo estar com o CPF em situação regular. Além disso, também é necessário fazer o cadastro no MEI (Microempreendedor Individual). O governo criou uma página na internet para auxiliar passo a passo como o cidadão deverá proceder.

Realização de análise socioeconômica

Antes de ceder o crédito ao cidadão, será realizada uma análise socioeconômica por um profissional especializado, ele dará a orientação sobre todo planejamento do negócio e ainda irá acompanhar a execução do contrato juntamente com o tomador. No contrato deverá ainda constar a taxa de juros que será cobrada e os outros encargos que irão incidir sobre o negócio.

Verificação de cadastro no Cadúnico

Através da Consulta Banco, as instituições poderão confirmar se o cidadão que está solicitando crédito está cadastrado no Cadúnico, essa ferramenta está disponibilizada no próprio portal do Ministério do Desenvolvimento Social e tem por objetivo verificar a validade das inscrições dos cidadãos no Cadúnico.

O microcrédito como acesso à cidadania

Este microcrédito concedido aos beneficiários do bolsa família é considerado um financiamento que é voltado especificamente para pequenos empreendedores, visto que esta categoria não tem o mesmo acesso aos tradicionais sistemas financeiros como fazem as grandes empresas. Desta forma, a linha de crédito é menor e com taxas de juros também menores.

Além disso o cidadão interessado não precisará oferecer nada como garantia, mas, em contrapartida, esse dinheiro deve ser aplicado diretamente no seu negócio como investimento ou então como capital de giro. É possível ainda obter o crédito de forma individual ou mesmo em grupo realizando o pagamento de forma conjunta.

Pin It on Pinterest

Compartilhe